quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Quem criou o mundo: Deus Pai ou Jesus?



Gênesis 1:1 diz: "No princípio, criou Deus os céus e a terra." João 1:3, falando de Jesus, diz: Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez." Colossenses 1:16, também comentando sobre Jesus, afirma: "Tudo foi criado por meio dele e para ele." Como podemos entender essas afirmações?

Algumas chaves para compreender a criação, e para entender melhor sobre a natureza de Deus, se encontram em Gênesis 1. Versículo 26 relata: "Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança...." Desde o primeiro capítulo da Bíblia, Deus se descreve no plural. Os comentários de João 1:3 e Colossenses 1:16 explicam que Jesus teve um papel ativo na criação. Mais ainda, Gênesis 1:2 mostra que o Espírito de Deus também participou da criação.

As mesmas três pessoas que estavam presentes em Gênesis 1 aparecem juntos várias outras vezes. Marcos 1:9-11 mostra que são três pessoas distintas, mas perfeitamente unidas. Após o batismo de Jesus, ele estava subindo da água quando o Espírito Santo desceu como pomba. Ao mesmo tempo, o Pai falou do céu. O Pai, o Filho e o Espírito Santo são três pessoas que têm cooperado desde eternidade para nosso bem.

As palavras de Jesus me Mateus 28:19 colocam os três na mesma categoria: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo".

Paulo encerrou o livro de 2 Coríntios com estas palavras: "A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós."

Pessoas que não aceitam a autoridade das Escrituras negam ou destorcem a evidência. Procuram definir Deus de uma maneira que o homem pode compreender com mais facilidade. Muitos tropeçam quando encontram passagens que dizem que há um só Deus, e outras que mostram que há três pessoas divinas. O fato é que não cabe ao homem definir o Supremo e Eterno Deus; nosso papel é de buscar e servir o Deus que nos criou e que quer comunhão eterna conosco.

Eu nunca na minha vida aqui compreenderei a eternidade de Deus, ou sua justiça, ou seu amor. Mas, aceito pela fé que vem da palavra dele que ele existe, que ele é eterno e justo, e que ele me ama. Vamos servi-lo, "...para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado..." (1 Pedro 4:11).