quarta-feira, 1 de junho de 2016

Qual a diferença entre a parábola do tesouro e a da pérola?

Mateus relata duas pequenas parábolas de Jesus que nos ajudam a valorizar a comunhão com Deus no seu reino (leia Mateus 13:44-46). Nos dois casos, as pessoas chegam à mesma conclusão importante, mas não começam do mesmo lugar. Vamos considerar a diferença.
Na primeira parábola, um homem encontra (parece que aconteceu por acaso) um tesouro escondido num campo. Ele percebe o valor do tesouro e começa planejar como adquiri-lo. Na segunda, um profissional na compra e venda de pérolas procura e acha o que ele desejava – uma pérola valiosa.
Um homem procurou algo de valor, enquanto o outro o encontrou por acaso. Até hoje, chegamos ao conhecimento da vontade do Senhor, um verdadeiro tesouro, de maneiras diferentes. Algumas pessoas buscam durante muito tempo, sofrendo para encontrar a pureza da palavra de Deus no labirinto dos erros de doutrinas humanas. Outras pessoas, talvez devido à influência de pais cristãos ou outros que oferecem a oportunidade de conhecer as Escrituras, encontram a mensagem praticamente “por acaso”.
Mas a lição fundamental destas parábolas não se encontra na diferença, e sim, no ponto em comum. É nesta semelhança que aprendemos a mensagem importante para aplicação nas nossas vidas. O ponto principal das duas parábolas não é o meio de descobrir o reino dos céus, e sim, o que a pessoa faz depois de encontrá-lo. Nos dois casos, os homens venderam tudo que tinham para comprar o tesouro. É neste ponto que aprendemos a lição principal para as nossas vidas. Pode ser que você venha procurando o evangelho puro há muito tempo, ou pode ser que foi dada oportunidade de o conhecer quando não buscava e nem esperava.
Independente de como você entrou em contato com a palavra de Deus, a questão agora é de grande importância: o que você fará com esta oportunidade? Ingresso no reino dos céus é o tesouro mais valioso que o homem pode adquirir. Em outra ocasião, Jesus disse: “Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me...Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que daria um homem em troca da sua alma?” (Marcos 8:34-37). Você está disposto a abrir mão de tudo que você tem e de tudo que você é para entrar na presença de Deus para eternidade?