segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Como é possível destruir a carne e salvar o espírito? (1 Coríntios 5:5)

As instruções de Paulo em 1 Coríntios 5 para entregar a Satanás um irmão que está em pecado apresenta alguns desafios especiais àqueles que servem o Senhor. O primeiro destes desafios é entender o que este capítulo, e especialmente o versículo 5, significa. Antes de ler o resto deste artigo, por favor, leia 1 Coríntios 5:1-13.
O problema é óbvio. A igreja coríntia tinha a mente tão aberta e tolerante que não fazia nada para eliminar a imoralidade que tinha-se infiltrado na congregação. O comportamento de um de seus irmãos era escandaloso, mas ninguém o tinha corrigido adequadamente. Paulo explicou que tal impureza, deixada sem correção, pode destruir uma comunidade inteira de santos. Ele mandou que expulsassem o pecador.
Mas a preservação da congregação não é a única meta. Este ato disciplinar é um ato de amor, buscando os melhores interesses do irmão rejeitado. O versículo 5 diz: "... entregue a Satanás para a destruição da carne, a fim de que o espírito seja salvo no Dia do Senhor [Jesus]." O homem pecador estava tentando manter um pé no reino de Deus enquanto o outro estava no mundo. Seus irmãos não podiam forçá-lo a tirar o pé do mundo, mas podiam tirar seu outro pé do meio do povo de Deus. Assim, entregaram-no a Satanás com um propósito: "a destruição da carne". Uma vez que ele se achasse só no mundo, o pecado não o satisfaria. Ele, como o filho pródigo, poderia cair em si e voltar ao Senhor (veja Lucas 15:17-18; 2 Timóteo 2:24-26). Deste modo os outros cristãos poderiam ajudá-lo a destruir as paixões carnais que o estavam roubando da comunhão com Deus, para que pudesse ser perdoado e salvo (veja Tiago 5:19-20). 2 Coríntios 2:5-11 pode indicar que este homem de fato voltou ao Senhor.

O segundo, e maior, desafio que este capítulo apresenta está na sua aplicação prática. Muitas igrejas preferem paz a santidade, e continuam tolerando o pecado. Tais passagens como 1 Coríntios 5:1-13 e 2 Tessalonicenses 3:6-15 são mandamentos que Deus nos deu. Ou rejeitaremos aqueles que retornam ao pecado, ou seremos rejeitados por Deus, pela nossa desobediência. Tenhamos amor e fé para fazer o que o Senhor exige para preservar a pureza de seu povo.