sexta-feira, 11 de março de 2016

A Família Cristã no Séc XXI

                                                                             


A família é uma instituição divina Ela é a base da vida social. Esta instituição foi criada por Deus. Nas escrituras sagradas encontramos a seguinte afirmação: Gênesis 2:18 - Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. Assim Deus estava estabelecendo uma instituição que pudesse propiciar ao ser humano abrigo e relacionamento. Com o passar do tempo o homem tem vivido um tempo de escassez na área dos relacionamentos, vivemos tempos cada vez mais superficiais, frios e distantes uns dos outros.

Em Mateus 24:12 lemos: por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Daí a necessidade de investirmos em nossos relacionamentos familiar. A família é o núcleo pelo qual as bênçãos do Senhor são espalhadas sobre a terra, Gênesis 1:28 - Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.

Família é o lugar de proteção e sustento – foi preparado por Deus. O jardim do Éden era um local especial de acolhimento, proteção e provisão. A primeira família tinham tudo de que precisavam para usufruir de uma vida saudável e feliz, Gênesis 1:29 - Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para mantimento. Adão e Eva desfrutavam da companhia de Deus e nada lhes faltava. Então o propósito de Deus era que cada família tivesse os recursos suficientes para sua subsistência, porque a escassez e as privações trazem conflitos para as famílias. Porém, com a ajuda de Deus os conflitos podem ser sanados, pois o Senhor é o nosso bom Pastor, Salmos 23. Deus deseja que cada família tenha a sua provisão diária, Mateus 6:11 - o pão nosso de cada dia nos dá hoje; . E da mesma forma que Adão tinha a responsabilidade de cuidar do jardim, Gênesis 2:8, Deus deu a você a responsabilidade de zelar por sua família.

Deus formou Adão do pó da terra, Gênesis 2:7 – E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente. Vendo Deus que o homem não poderia viver sozinho, retirou uma costela de Adão e criou Eva, sua companheira, Gênesis 2:22 - e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. Isto mostra que diante do Todo-Poderoso homem e mulher são iguais na sua essência. Ambos vieram do pó da terra e um dia ao pó tornará. Após criar a mulher o Senhor ordenou o casamento, estabelecendo então a mais importante instituição de uma sociedade: a família, Gênesis 2:24 - Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.

O ataque do inimigo, Satanás levou a mulher a desobedecer à voz de Deus. De modo suave e envolvente, ele tenha falado. Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? – Gênesis 3:1.. Eva confirmou a ordem do Senhor – Gênesis 3:2-3 - Respondeu a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais., mais cedeu à tentação do maligno. Este iludiu, seduziu e a fez cair no pecado da desobediência – Gênesis 3:4-5 - Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal. Adão seguiu pelo mesmo caminho, porém, o casal poderia ter recusado a proposta do Diabo, mais não caíram na tentação e condenação divina.

Isto nos mostra que a família desde a sua instituição, foi alvo dos ataques do inimigo. Satanás fez de tudo para que o propósito de Deus para as famílias fosse destruído. Contudo, Deus é soberano e Senhor, e seus propósitos jamais serão frustrados, Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido - Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido - Jó 42:2. Da semente da mulher nasceria o Messias, aquele que esmagaria Satanás, Gênesis 3:15. O propósito do inimigo é matar, roubar e destruir, Mas Jesus veio ao mundo para destruir os intentos do Maligno - O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. João 10:10.

Os males que atacam a família tem origem no pecado. A vida familiar de Adão e Eva era perfeita, porém o pecado trouxe a disfunção para o seio da família. Depois da queda podemos ver sentimentos como o medo, a culpa e a vergonha, perturbando a convivência do casal –E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: Onde estás? Respondeu-lhe o homem: Ouvi a tua voz no jardim e tive medo, porque estava nu; e escondi-me. Deus perguntou-lhe mais: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses? Ao que respondeu o homem: A mulher que me deste por companheira deu-me a árvore, e eu comi - Gênesis 3:8-12. O pecado sempre faz o relacionamento familiar adoecer. Há muitos lares doentes, onde a família deixou há muito tempo de ser um local de acolhimento, proteção e cuidado devido aos pecados não confessados e não abandonados. Essas transgressões causam culpa e separam as famílias da comunhão com Deus.

O pecado de um único homem trouxe consequências terríveis para toda a humanidade. Depois da queda a vida familiar já não seria mais a mesma. A mulher teria filhos com muita dor - E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a dor da tua conceição; em dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará – Gênesis 3:16 e o seu desejo, sua vontade estaria submetida à vontade de seu marido. Adão deveria comer agora seu pão diário com dores, pois o trabalho de arar a terra para ter sua subsistência garantida seria bem difícil - E ao homem disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida – Gênesis 3:17. A terra também foi afetada pelo pecado, produzindo espinhos e cardos - Ela te produzirá espinhos e abrolhos; e comerás das ervas do campo – Gênesis 3:18. A morte física também é uma consequência da transgressão do homem - Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás – Gênesis 3:19. Deus ama o pecador, mas não tolera o pecado. Como punição pela desobediência, Adão e Eva, foram expulsos do jardim, antes da queda pode ser comparada à vida eterna que um dia desfrutaremos no céu. Tudo era bom, pois foi tudo pensado, planejado e criado por um Deus que preza pela excelência. Se tivessem permanecido na obediência, Adão e Eva teriam sido felizes para todo o sempre. Jesus Cristo veio ao mundo para resgatar as famílias da maldição do pecado. Cristo se fez pecado por nós, e na cruz levou as nossas iniquidades sobre si - Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido – Isaias 53:4.

Constituição da família:

1- Família Patriarcal – é o tipo onde o homem tem diversas esposas. Este modelo é visto no Antigo Testamento, mas não era o modelo determinado por Deus, porém Ele tolerou não sendo de sua vontade. Na família patriarcal o pai (pater) era visto como o senhor da casa e da família. As esposas e os filhos não tinham liberdade de escolha, pois a palavra final era sempre do patriarca.

2- Família Nuclear (monogâmica) – este tipo de família foi idealizada por Deus. O homem e a mulher, unidos pelo matrimônio. A poligamia vai contra o princípio divino do marido e da esposa ser uma só carne - Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne – Gênesis 2:24; e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? – Mateus 19:5.

3- A Família na atualidade – por esta inserida no contexto social a família é sujeita a mudanças. Mas os princípios divinos para a família é eterno e imutável - Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão - Mateus 24:35. Os inimigos e desafios enfrentados pela família na atualidade são muitos, todavia vale destacar os espirituais, que são:

a) A carne - é a natureza carnal que se opõe ao Espírito Santo e volta-se para tudo o que é contrário à vontade de Deus. Sabemos que há uma luta constante entre essas duas naturezas: a carnal e a espiritual. Em Romanos 7:15-24 - Pois o que faço, não o entendo; porque o que quero, isso não pratico; mas o que aborreço, isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. Agora, porém, não sou mais eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está. Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, mesmo querendo eu fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo nos meus membros outra lei guerreando contra a lei do meu entendimento, e me levando cativo à lei do pecado, que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Ela é tão intensa, que pode nos fazer que não há como sair vencedor. Mas Deus, em Cristo Jesus, nos dá a solução. Ele nos livra “do pecado e da morte” – Romanos 8:1-2 - Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte. Na carta de Paulo aos Gálatas 5:16, ele diz: Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. A família cristã precisa, na direção do Espírito, combater a natureza carnal. Assim, evitará o adultério, os vícios e todas as mazelas que visam destruí-la.

b) O mundo – João nos escreve assim, “Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele – I João 2:15. Quanto a este ponto não há meio termo: ou amamos a Deus, ou amamos o mundo. Não há a mínima possibilidade de servimos a dois senhores, - Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro – Mateus 6:24. Saiba, pois, que existe vitória para quem escolhe amar a Deus. E Ele dará vitória à nossa família a partir da fé que depositamos nEle - E esta é a confiança que temos nele, que se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. – I João 5:14.

c) O Diabo – a Palavra de Deus nos ensina uma única forma de vencermos o Maligno: Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós – Tiago 4:7. Se a família sujeitar-se a Deus e resistir o Diabo, este fugirá, pois o segredo da nossa vitória contra Satanás começa com a nossa submissão a Deus, para que depois, sim, possamos resistir ao Diabo. E quando resistirmos ao adversário, não nos esqueçamos de usar a “armadilha de Deus” Efésios ¨:10-17, em especial, “o escudo da fé”, com o qual poderemos “apagar todos os dardos inflamados do maligno”. A família cristã precisa verdadeiramente crer naquele que criou e usar a sua Palavra para direcionar suas tomadas de decisões e sua vida espiritual. E assim na presença de Deus a família garantirá a vitória sobre os desafios da sociedade atual. Busquemos ao Senhor juntamente com toda a nossa casa.

Fontes : http://igrejabatistadatorre.no.comunidades.net/a-familia-crista-no-seculo-xxi