quarta-feira, 17 de maio de 2017

Comentário Bíblico Mensal: Maio/2017 - Capítulo 3: O Desafio de Nabucodonosor aos amigos de Daniel



Introdução

Houve um espaço de cerca de 20 anos se passaram entre os capítulos 2 e 3. O rei Nabucodonosor mandou fazer uma estátua de ouro com 30m de altura e 3 m de largura (v.1) e chamou todos os seus governantes: Sátrapas (legisladores), Prefeitos e Governadores (executivos), Juízes e Magistrados (Judiciário) Conselheiros (Ministros), Tesoureiros (secretários administrativos) para uma grande reunião (v.2,3). Muitas vezes caímos em situações que são armadas para nos queimar. Neste momento precisamos ter a confiança de que o Senhor não nos livra ‘do’ problema, mas nos livra ‘no’ problema.

I. A Estátua de Nabucodonosor

Nabucodonosor Fez um decreto real irrevogável. O arauto leu o decreto do rei para o povo (v.4) dizendo que quando tocassem os instrumentos: Cítara, Gaita de foles, Saltério, Trombeta, Harpa e Pífaro (v.5), ao ouvir a música todos deveriam se prostrar diante da estátua (v.6). Quem não obedecesse seria lançado numa fornalha de fogo ardente. Todos os povos se prostraram diante da estátua (v.7). Isso mostra o poder do louvor. A música alegra, emociona e envolve. Por isso o rei usou a música como estratégia. Quando você passar pelo fogo lembre-se que seu louvor tem poder de aliviar a dor da perseguição. Não agradeça a Deus somente quando tudo estiver bem. Adore ao Senhor de todo coração e Ele te livrará do fogo.

Você louva a Deus no meio das dificuldades?

Adore ao Senhor até no meio da fornalha!

II. Os amigos de Daniel ante ao Desafio Babilônico

Misael, Hananias e Azarias se mantiveram firmes e não se ajoelharam diante da imagem e os outros ficaram furiosos (v.12). Por que eles não se ajoelharam? Por causa da Palavra de Deus que declara que “não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura. Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso” (Êxodo 20.3-5). Eles foram levados perante o rei (v.13-22) e Nabucodonosor deu uma segunda chance para eles se ajoelharem (v.15). Todos se ajoelharam ao ouvir a música novamente. Mas Misael, Hananias e Azarias se mantiveram firmes e não se dobrara.
Existem muitos problemas que tentam dobrar a vida de um cristão, mas você não pode se render facilmente. Precisa manter-se firme para não perder a fé. A obediência irrestrita a Deus é uma forma poderosa de alcançar livramento em situações difíceis.

Você tem obedecido à vontade de Deus?

Obedeça a Deus mesmo que não compreenda!

III. O Quarto Homem na Fornalha Ardente

Nabucodonosor ficou tão furioso que mandou amarrá-los e aumentar sete vezes mais o fogo (v. 19-21). Eles foram lançados no fogo e Nabucodonosor percebeu algo estranho (v.24), pois havia 4 homens no fogo e “o aspecto do quarto homem era semelhante a um filho dos deuses” (v.25). Eles estavam soltos passeando no fogo e nada tinha lhes acontecido. Nabucodonosor queria saber quem era aquele quarto homem e como eles ainda estavam vivos.
Quem era o quarto homem? O próprio Deus havia prometido que “quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti” (Isaías 43.2) então enviou ao Senhor Jesus para estar com eles.
O rei se aproximou do fogo e os chamou para sair da fornalha (v.26,27). Misael, Hananias e Azarias saíram totalmente salvos sem qualquer cheiro de fumaça (v.27).

Você crê que Deus pode te livrar?

A mão do Senhor te socorre na tribulação!

Conclusão

Através daquela fornalha Nabucodonosor conheceu o poder de Deus louva ao Senhor pelo seu poder de livrar (v.28-30). É nos momentos mais difíceis de nossa vida que louvamos a Deus com maior intensidade e fervor.

E você?

Não se deixe influenciar pelo mundo

Ofereça seu louvor somente a Deus

Não tenha medo de perseguição

Jesus passa pelo fogo com você

Deus te livra do perigo

Seja fiel a Deus!!!