terça-feira, 9 de maio de 2017

O Jovem Cristão, sua Bíblia e os seus Estudos



É muito comum atualmente vermos e ouvirmos diversas pessoas, tantos crentes quantos ímpios, fazerem uma má interpretação dos jovens atualmente, principalmente os jovens brasileiros. Mesmo em um país cercado de problemas e complicações, estamos diante de desafios constantes, como fome, desemprego, abandono, corrupções e uma das piores crises que tem havido de forma crescente: a crise de incredulidade extrema.

Eu sou jovem, e posso falar de modo claro, com experiência, que nós devemos em três pontos, aplicarmos ainda mais as características apropriadas para um jovem cristão. Neste artigo pretendo extrair da Palavra de Deus, orientações que nos são adequadas e proveitosas para as nossas vidas. E se você for jovem, preste bastante atenção que não serão palavras ao vento, mas sim, palavras que valem para uma vida toda. Acompanhe:

Nº 1: O Testemunho de sua Fé em Cristo Jesus (Rm 10.10-15). A Palavra do Senhor é clara e específica neste ponto. Ser um cristão, é ser uma pessoa que crê firmemente em Jesus Cristo e Naquele que o enviou (Jo 5.24). É importantíssimo saber quem é, e em quem crê. Atualmente existe uma grandiosa crise de identidade em grande parte do mundo, por várias pessoas, não saberem quem são, e nem em quem crê. Jesus Cristo menciona através de Sua palavra que é o caminho, a verdade e a vida (Jo 14.6), que veio fazer a vontade, não a Dele, mas à do Pai ( Jo 8.29). Por amarmos e o seguirmos, devemos andar como Ele andou (1 Jo 2.6).

Nº 2: A Leitura Bíblica é de extrema importância (Mt 4.4; Lc 4.4). É de máxima importância o jovem cristão, neste mundo globalizado, virtual e de uma velocidade incrivelmente absurda de mensagens e notícias, estar sempre fundamentado na Palavra de Deus, fazendo dela o livro mais importante não do seu dia-dia, mas de toda a sua vida. A Palavra deve estar continuamente em sua vida (Sl 1), sempre ser examinada (Jo 5.39; At 17.11), e sempre buscar na leitura bíblica orientação coerente, socialmente e eticamente (2ª Tm 3.16, 17). Devemos estar sempre fundamentados na Palavra de Deus.

Nº 3: Os estudos devem ter sua devida dedicação (Dn 1). Como jovens, devemos sempre buscar informações necessárias e coerentes para sabermos aproveitar o nosso da melhor maneira possível. Os estudos são em sí, uma forma excelente de almejar algo para se dedicar e se esmerar devidamente. Daniel e seus amigos na corte babilônica se excediam em conhecimento e se esmeravam com aquilo que lhes foi adquirido à eles. Temos exemplos, temos referências. Busquemos auxilio do Senhor, para nos conceder, vigor, força e coragem para nos dedicarmos e nos esmerarmos com aquilo que o Senhor nos concedeu (Rm 12.6-8).