terça-feira, 11 de abril de 2017

Mulheres Direcionadas por Deus: 4 - Sara - Uma mulher de Fé




Sara foi a esposa de Abraão e a mãe de Isaque. Junto com Abraão, ela se tornou a matriarca do povo judeu. Sara ficou conhecida por sua fé em Deus e seu apoio a Abraão.
Quando Abraão obedeceu a Deus e deixou a sua cidade para ir para a terra prometida, ele levou sua esposa Sara com ele. Naquele tempo eles se chamavam Abrão e Sarai. Mesmo tendo 65 anos de idade, Sarai aceitou a decisão de seu marido e o acompanhou, passando a viver em tendas para o resto de sua vida.

Uma mulher muito bonita

Sarai era muito bonita e, quando foram para o Egito, Abrão ficou com medo que os egípcios o matassem para ficar com sua esposa. Por isso fingiram que eram irmãos (Gênesis 12:11-13). O faraó gostou de Sarai e a levou para seu palácio mas Deus revelou ao faraó que ela era a esposa de Abraão. O faraó não gostou de ter sido enganado e mandou Abrão e Sarai embora do Egito.
Anos mais tarde, eles fizeram a mesma coisa entre o povo de Gerar. Abimeleque, o rei de Gerar, tomou Sara para ser sua esposa mas, mais uma vez, Deus lhe revelou que ela era a esposa de Abraão. Abimeleque censurou Abraão por ter mentido e quase trazido desgraça sobre seu povo (Gênesis 20:9). Abimeleque não tocou em Sara e ela voltou em segurança para seu marido.

Um filho para Abrão

Dez anos depois que Deus tinha prometido pela primeira vez uma terra e muitos descendentes a Abrão, Ele repetiu a promessa, garantindo que Abrão teria um filho. Mas Deus não tinha dito nada sobre Sarai ser a mãe. Por isso, Sarai achou que deveria providenciar outra esposa para Abrão ter um filho, segundo o costume da época (Gênesis 16:1-3).
Sarai entregou sua escrava Hagar para se casar com Abrão e Hagar engravidou. Mas Hagar passou a desprezar Sarai e, em resposta, Sarai maltratou Hagar (Gênesis 16:5-6). Sarai não encontrou a alegria que esperava em Ismael, filho de Hagar.

Sara se torna mãe

Quando Abrão tinha 99 anos, Deus falou com ele novamente e lhe disse que seu herdeiro seria filho de Sarai, que agora seria chamada Sara (que significa princesa). Um pouco mais tarde, Deus repetiu essa promessa, quando três anjos do Senhor apareceram perto de sua tenda. Sara, que estava por perto ouviu e se riu, pensando que isso era impossível (Gênesis 18:12-14). Mas Deus garantiu que ela teria um filho e, na primavera seguinte, ela deu à luz Isaque.
Sara ficou muito feliz por ser mãe depois de tanto tempo (Gênesis 21:6-7). Mas quando ela viu o adolescente Ismael rindo de Isaque, ela não gostou e quis mandar Ismael e sua mãe embora. Abraão não queria expulsar seu filho mas Deus lhe disse para atender ao pedido de Sara, porque Isaque seria seu herdeiro. Mas Deus prometeu cuidar de Ismael.
Sara cometeu alguns erros em sua vida mas ela cria em Deus e foi sempre fiel a seu marido. Ela acompanhou Abraão em suas viagens e o tratava com respeito (1 Pedro 3:5-6). Depois da dúvida inicial, Sara creu que Deus lhe daria um filho. Mesmo sendo estéril, Abraão amava Sara muito e não a abandonou. Quando Sara morreu, Abraão e Isaque ficaram muito tristes. A única propriedade que Abraão comprou na sua vida foi o lugar para sepultar sua querida esposa Sara (Gênesis 23:19-20).