sexta-feira, 16 de junho de 2017

Comentário Bíblico Mensal - Junho/2017 - Capítulo 3: Jonas no ventre do Grande Peixe




Introdução

Jonas mesmo ter ouvido a voz da Palavra do Senhor persistiu em ir por um caminho diferente: para Társis. O mais triste aqui não foi ele ter ido por um caminho diferente, mas não foi dado ouvidos à voz da direção de Deus. Veremos neste capítulo, à partir do versículo 4 do capítulo 1 até o capítulo 2 do Livro de Jonas, o que aconteceu neste período longe da direção do Senhor.

I. Jonas no Barco

Jonas não acreditou que não há lugar para se escapar de Deus. Ele encontrou um barco que podia levá-lo a milhares de quilômetros para longe de Nínive, mas ele não podia esconder-se de Deus. O Soberano de quem ele tentou fugir mandou uma tempestade que quase tirou a sua vida.

II. A Tempestade e o Grande Peixe

Jonas achou-se no meio do mar depois da tempestade e logo após, na barriga de uma grande peixe, porém nunca achou um lugar onde Deus não o pudesse ver. Deus sempre sabe aonde estamos e em que situação estamos. Que possamos confiar mais na direção do Senhor.

III. Baleia ou Grande Peixe?

A expressão hebraica traduzidas por algumas versões como "baleia", significa no original: "Grande monstro marinho". A palavra grega não significa "baleia", mas "criatura marítima", isto é, algum grande peixe. Esse grande peixe é cuidadosamente distinguido da "serpente" sinistra do mar (Am 9:3) - também chamada "Leviatã" (Is 27:1) - E do "monstro das profundezas". (Jó 7:12; Sl 74:13; Ez 32:2).

IV. A Oração de Jonas

A Bíblia conta que Jonas, após ter sido lançado no mar, foi engolido por um grande peixe e ficou lá por três dias (Jn1.17; Mt 12.40). A vida dele, porém, começou a ser transformada quando, dentro da na barriga do peixe, ele decidiu fazer uma oração. Da mesma forma, Deus também pode mudar a sua vida através da oração. Você nunca está tão perdido que não possa ser encontrado pelo Senhor!

Conclusão

Deus pode te tirar das piores profundezas se você clamar a Ele.