quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Comentário Bíblico Mensal: Agosto/2017 - Capítulo 4 - A Oração em Tempos Difíceis



Introdução

Todo cristão passa por tempos difíceis, Jesus disse que no mundo teríamos aflições. Queremos mostrar forma que pode nos ajudar a enfrentar esses tempos de dificuldades, e só podemos vencer por meio da oração.

1. A Perseverança na Oração

Diante das dificuldades da vida, devemos perseverar em oração. Foi dessa maneira que Paulo aconselhou os irmãos de Roma na sua epístola: Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração. (Rm 12:12). Veja que Paulo está ensinando os irmãos que eles devem ter alegria na esperança diante das tribulações, porque eles deveriam ter essa alegria nas dificuldades? Porque nos capítulos 5 dessa carta ele diz que devemos nos gloriar nas tribulações porque ela produz resultados positivos na vida cristã, como: Paciência, experiência e esperança. Sabemos que é difícil encaramos os problemas muitas das vezes, mas devemos seguir a orientação do texto que nos ensinar a perseverar, ou seja, suportar com braveza as aflições, e a maneira de fazer isso é em oração. Jesus é o maior exemplo disse quando ele estava no jardim do Getsêmani.

2. A Eficácia da Oração nesses Tempos Trabalhosos

Paulo escrevendo para Timóteo disse que nos últimos dias virão tempos trabalhosos, porque os homens serão mais amigos do mundo do que do próprio Deus. Em tempos difíceis o que devemos fazer é permanecer em oração diante do Senhor, um exemplo disso é a igreja primitiva quando prenderam Pedro por causa da pregação do evangelho (At 12), a igreja ficou em oração, eram tempos difíceis que eles estavam enfrentando naquela época. No antigo Testamento percebemos que o rei Ezequiel quando estava sendo cercado por seus inimigos, eram tempos trabalhosos para eles, o rei entrou na casa do Senhor e o buscou em oração e assim obteve vitória. Assim que devemos fazer também nesses tempos.

3. Buscai Primeiro o Reino de Deus


Jesus disse que devemos buscar primeiro o reino de Deus e sua justiça, e as outras seria acrescentada na nossa vida (Mt 6:33). Olhando para o contexto desse versículo, Jesus estava ensinando seus discípulos a confiar inteiramente na providência divina, ele mostra que o Pai alimenta as aves e veste os lírios do campo. Jesus cita esses exemplos para ensinar eles sobre a providência divina. Podemos concluir que quando Cristo falou sobre buscar o reino de Deus e sua justiça, ele estava falando de confiamos na poderosa providencia de Deus, nos seus cuidados e não ficarmos ansiosos quanto as coisas da vida porque Ele cuida dos seus, Ele mostra isso dizendo que as coisas serão acrescentadas em nossa vida, como: veste, comida e beber.